quinta-feira, 24 de abril de 2014

Podes ser a gota de água


«Na noite de 24 de Abril saltam rios de vários pontos da cidade. Vários rios de gente que quer estar na rua neste dia – em vez de estar sozinha em sua casa – e que, com panelas, instrumentos, pancartas, vozes e vontades, desaguam no Largo do Carmo.
Não é por acaso que queremos regressar a este sítio. Não só porque faz 40 anos que este largo se encheu de gente que não obedeceu às indicações de ficar em casa do Movimento das Forças Armadas, mas também porque queremos viver e reclamar o espaço público.
Para estes rios existirem, terão de ser criadas nascentes. Pega em ti e nos teus amigos, no teu grupo musical, no teu colectivo ou na tua equipa de atletismo, fala com outras pessoas, pensa num ponto de encontro, organiza o teu percurso.»

8 comentários:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

É urgente acordar estes rios e dar-lhes a vida que possuem nas nascentes. Depois ninguém os poderá deter porque a sua força é devastadora...

Luís Lavoura disse...

Como é que os rios podem ir dar a um ponto alto como o largo do Carmo?

Jose disse...

«Na noite de 24 de Abril...» só havia militares na rua.
Mas entende-se a preversão histórica: em 25 dá tempo de praia!

Nunes disse...

Sr Lavoura, a liberdade também é liberdade poética.

Anónimo disse...

Luis Lavoura:é a gravidade reversiva....tal como no universo!

Jaime Santos disse...

Como o Luís bem sabe, os rios de gente não soubem apenas as montanhas, às vezes até as movem...

Anónimo disse...

Tentativa algo manhosa de jose pintar a "sua realidade".
Na noite de 24 de Abril é falso que "só havia militares na rua".Pensa ele que.
( as "preversões" têm destas coisas.Ignoram o dicionário e a realidade).

(O "convite à praia", neste tempo que se quer de luta, não destoa destas manobras pervertidas.

De

um Judeusito disse...

Os que defendem o Fascismo (ou Salazarismo), esquecem que os que são pela Democracia, não podiam falar livremente...
Só eles poderiam falar.

Lendo o que muitos dos que defendem o Fascismo escrevem, o que estaria o Portugal Fasxo a fazer??

Estaríamos livremente a despedir mais gente, a baixar ordenados do Público, e dos PRIVADOS também.
Estaríamos a baixar pensões a toda a gente.

Também a fazer cortes no Estado Social.

Por outro lado, estaríamos a dar benefícios fiscais a tanta empresa, BPNs, Swaps, etc.

Estas posições dos que são contra o 25 de Abril, é bom frisar, faz-nos ver que o que teríamos com continuação do Fascismo - Pobreza generalizada, falência de empresas, e tudo sem debate.

Tudo sem debate, sem contraditório.

Isto é deveras interessante, pois tantos dos que são contra o 25A, dizem que o país estaria melhor sem ele. Mas pelo que defendem...