quinta-feira, 24 de março de 2011

Não precisa de ser eleito para faltar às promessas


"Os impostos indirectos tratam todos pela mesma medida, tanto pobres como ricos, razão porque são, nesse aspecto, mais injustos. É essa, aliás, a razão porque eu nunca concordei em taxar cada vez mais os impostos indirectos, nomeadamente o IVA. Ele vale 20% para quem tem muito como para quem tem pouco".

Pedro Passos Coelho, no livro "Mudar", editado em 2010.

"Se ainda vier a ser necessário algum ajustamento, a minha garantia é de que seria canalizado para os impostos sobre o consumo, e não para impostos sobre o rendimento das pessoas".

Pedro Passos Coelho, hoje, em Bruxelas.

Roubado ao Massa Monetária.

18 comentários:

Anónimo disse...

É um Passos 5 estrelas, como se deseja.
Não foi assim que fizeram os seus antecessores? Porque razão seria diferente?
E quando se está ávido por deitar as mãos ao pote, mesmo que já esteja vazio, não há tempo para aprimorar as ideias e os discursos.
Em tempo de guerra não se limpam armas, diz o ditado popular.
Quem não tem cão (ideias) caça com o gato (o dinheiro dos impostos).
M.H.F.

Anónimo disse...

Por estas e por muitas outras é que eu apoio a ideia da criação do MVB - Movimento Voto Branco.

Ou alguém duvida que,com a comunicação social controlada,com milhares de comícios semanais da Igreja,com a atávica incapacidade da esquerda para procurar gerar alternativas,o resultado vai ser uma nova maioria do centrão que desgoverna o país desde há 35 anos ?

Sejamos realistas e lúcidos.

Rogério Pereira disse...

"Ladrão que rouba a ladrão...". Refiro-me a roubar o seu post, claro. Vou editar um pouco mais logo e fazer link.

Anónimo disse...

Se qualquer dos partidos do centrão inveredar por uma solução o estilo triunvirato, como na Antiga Roma (Pompeu, Crasso e Júlio), estamos entregues aos bichos. Todos trairam por causa do poder. E no nosso caso, todos vão trair o próximo por causa dos ossos que ainda ficaram de 6 anos de PS. Mas satisfaz-me o paralelismo. Na Antiga Roma, um deles desapareceu, ou seja um dos partidos do centrão vai mesmo desaparecer, não apenas o líder. Isso é bom para a democracia portuguesa, e finalmente se da a última mudança no espectro político português. Mas depende do voto, e da formação de um triunvirato...

Paulo Seara

Anónimo disse...

Lamento discordar, mas o que vejo aqui parece-me mais uma mudança de ideias do que a quebra de qualquer promessa.
Não é que seja fã do homem, mas haja equilibrio...

Miguel

jagga nathan кешин disse...

pois mas em vésperas eleitorais

os andróides paranóides não podem hostilizar 200mil reformados da função pública

parece mal

1500 ou 2500 euros de pensão é uma miséria

cortar 3,5% quase 50 euros é perder

3% de votos para a oposição

Anónimo disse...

É uma vergonha...
Em Évora existe um call-center que explora os jovens alentejanos, com contratos precários... há muitos anos... usando-se o sistema de rescindir com uma empresa e fazer contrato com outra.
Trabalhamos com todos os sistemas informáticos do grupo caixa seguros, Império Bonança, Fidelidade Mundial e Multicare, mas não temos o direito a receber um preço mais justo pelo nosso trabalho, tal como os funcionários das Companhias?
Quando contactamos os clientes das Companhias é como se fossemos funcionários destas Companhias, mas para recebermos ordenado já não nos identificamos como tal.
Limitamo-nos a receber entre € 400,00 a € 500,00 e somos tratados como máquinas, pior ainda… pois quando os computadores não funcionam, não existe remédio… quando estamos a precisar de ir à casa de banho, já temos tempos estipulados e a correr depressa.
O Call-center já funciona há muitos anos, muitas empresas passaram muitos “escravos” ficaram…
Agora que mudaram a gestão do Call Center, para uma empresa de escravatura dos tempos modernos, denominada Redware, do grupo Reditus, decidiram inaugurar… vejam lá… inaugurar o Call Center, que devia-se chamar Senzala.
Este grande acontecimento vai acontecer amanhã, dia 25 de Março, e vai ter direito à visita do Secretário de estado para a inovação Carlos Zorrinho, do Presidente da Câmara de Évora José Ernesto Ildefonso Leão de Oliveira, do Presidente da Caixa Geral de Depósitos Fernando Faria de Oliveira, do Presidente das Companhias de Seguros do Grupo Caixa Seguros Jorge Magalhães Correia e as suas comitivas.
E pergunto-me vão inaugurar o quê, mais uma fase da exploração de pessoas, que têm que se sujeitar às condições destes empregos porque não existe mais nada?
Mas não somos pessoas?
Não devíamos ter direito a usufruir de condições mais justas pelo nosso trabalho, para termos direito a viver?
Até quando é que o nosso Pai, a nossa Mãe, o nosso Tio, a nossa Tia,… poderão ajudar-nos?
Mas depois é ver a publicidade destas empresas, em que parecem todos bons rapazes e muito solidários, eis um exemplo http://www.gentecomideias.com.pt/gentecomideias/Pages/MensagemdoPresidente.aspx
Sr. Presidente da Câmara, tenha vergonha em pactuar com esta forma de escravatura… ponha a mão na sua consciência, isto se ainda a tiver…

Anónimo disse...

Não basta denunciar. É preciso agir!
Organizar sindicatos a sério, que se estejam cagando para a lei e para a a economia.
É necessário não só resistir mas atacar!!!
VINGANÇA é o que é necessário. Nenhuma compaixão para com os exploradores!
Abaixo a CGTP-UGT! Viva a auto-organização!

Maquiavel disse...

Exattamente! Entäo os jovens de Évora näo sabem o que é um sindicato?

Entretanto, no "país" real (que é o do faz-de-conta), o PSD regurgita que as medidas do PEC 4 säo boa, independentemente de quem as implementa, mas chumba-o na mesma. Ahn? Pois, querem ser eles a geri-lo...

... entäo porque näo fizeram como na Irlanda, que a Oposiçäo aprovou o PEC, se no dia seguinte o Governo se demitisse e convocasse eleiçöes? AH, porque no PS+-D a palavra de honra já nada vale, e näo queriam arriscar a aprovar o PEC 4 e o Socas a seguir recusar-se a demitir...

A esquerda (PCP+BE+franja já mínima do PS) que acorde e se junte para funcionar de traväo à implementaçäo resregulada do neoliberalismo em Portugal!

D., H disse...

“Hoje o PEC é mau, amanhã não sabemos…”

Não há o mínimo de coerência (poucochinho que seja) para pessoas da estirpe de Passos Coelho. Que farsa!

Anónimo disse...

Factos financeiros e jogos políticos
"Portugal já está a ser ajudado e enfrenta já uma violentíssima falta de acesso aos mercados financeiros.

Não é uma opinião, são factos. Só lhe falta fazer o pedido formal de ajuda. Que é inevitável. E isto, sim, é uma opinião, sustentada pelos factos.

Comecemos pelos factos que demonstram que o acesso a financiamento externo estava, e está, lentamente a fechar-se para Portugal - ainda antes da crise política.

1. O Estado português está há meses a ser apoiado pelo Banco Central Europeu através da compra de dívida pública portuguesa no mercado secundário, para combater a subida da taxa de juro. Não se conhecem os montantes, porque o BCE não os divulga, mas uma estimativa de um banco de investimento internacional aponta para valores da ordem dos 18 mil milhões de euros.

2. Os bancos portugueses, que não se conseguem financiar no mercado desde o primeiro trimestre do ano passado, estão a obter recursos do BCE por troca de títulos que têm em carteira. O último montante que se conhece, relativo a Fevereiro, é de 41 mil milhões de euros. E este ano os bancos portugueses precisam, obviamente, de recursos para pagar dívida que chega ao fim da maturidade.

3. Com os valores estimados para o Estado e os contabilizados para a banca, o apoio do BCE a Portugal rondará quase 60 mil milhões de euros. Apenas como referência, porque não se podem fazer comparações directas, o empréstimo a sete anos e meio que o FMI e o Fundo Europeu de Estabilização Financeira acordou para a Irlanda é de 85 mil milhões de euros.

4. A Refer, uma empresas pública de infra-estruturas ferroviárias, não conseguiu financiar-se no mercado, ou seja, falhou uma emissão.

5. A Parpública não conseguiu colocar os títulos que corresponderiam a mais uma fase da privatização da EDP - obrigações permutáveis.

São cinco factos a que se podem somar "não factos", ou seja, a ausência de operações de financiamento no mercado por parte de grandes empresas.

Aos factos que expõem as dificuldades crescentes de acesso a financiamento acrescentam-se os mais recentes factos que apontam para um apoio mais activo da Europa a Portugal:

1. Equipas técnicas do BCE e da Comissão Europeia estiveram em Portugal durante duas semanas, até dia 10 de Março, a desenhar com o Governo português as novas medidas de austeridade.

2. Portugal foi o único país do euro que antecipou o seu programa de estabilidade, e apresentou-o numa Cimeira Extraordinária da Zona Euro - acontecimento raro - onde a situação financeira do País foi um dos principais temas.

3. A Comissão Europeia e o BCE fizeram um comunicado conjunto sobre Portugal, um facto inédito. No fim dessa declaração, lemos uma frase igualmente invulgar: as duas instituições vão fiscalizar a concretização das medidas por parte de Portugal.

Numa forma dura e crua, pode dizer-se que Portugal está já a ser governado a partir de Bruxelas e Frankfurt. E que já está tudo preparado para o Governo fazer o pedido formal de ajuda financeira à Europa e ao FMI.

Factos são factos. O resto, a dita crise política, é o jogo da culpa. O Governo, pelo que disse ou pelo que não fez, quer tirar de cima de si a culpa do pedido de ajuda financeira. Um jogo que nos vai sair caro, que vai exigir ainda mais medidas de austeridade."

Helena Garrido

so dep disse...

There are certainly lots of particulars like that to take into consideration. That is a great point to deliver up. I offer the thoughts above as basic inspiration but clearly there are questions just like the one you convey up the place crucial thing will be working in sincere good faith. I don?t know if best practices have emerged around things like that, however I am sure that your job is clearly recognized as a good game. Anyway, in my language, there aren't much good supply like this.

sim so dep disse...

Please inform me it labored proper? I dont need to sumit it again if i shouldn't have to! Both the weblog glitced out or i'm an fool, the second possibility doesnt surprise me lol. thanks for an excellent weblog! Anyway, in my language, there aren't a lot good source like this.

gccf disse...

There are certainly lots of particulars like that to take into consideration. That is a great point to deliver up. I offer the thoughts above as basic inspiration but clearly there are questions just like the one you convey up the place crucial thing will be working in sincere good faith. I don?t know if best practices have emerged around things like that, however I am sure that your job is clearly recognized as a good game. Anyway, in my language, there aren't much good supply like this.

gulf coast claims facility disse...

Daniel, yea I can see what you did there. I actually liked that part, but hehe I'm not that harsh like my dad with these things. He at all times tells me crazy stories again in the day and calls me a loser. I assume it's time I transfer out of my parents' basement LOL. Aaanyways, what about you? what does your dad assume xD" Anyway, in my language, there usually are not much good source like this.

bp claims process disse...

Howdy, i learn your weblog occasionally and that i own a similar one and i was just wondering if you get loads of spam feedback? If that's the case how do you forestall it, any plugin or anything you possibly can advise? I get a lot lately it's driving me mad so any help may be very a lot appreciated. Anyway, in my language, there usually are not a lot good supply like this.

gccf claims disse...

Sources like the one you talked about right here can be very useful to me! I'll put up a hyperlink to this web page on my blog. I'm positive my visitors will find that very useful. Massive thanks for the helpful info i found on Domain News Anyway, in my language, there will not be a lot good supply like this.

bp claims disse...

I was questioning in case you can be interested by changing into a guest poster on my weblog? and in exchange you could possibly put a hyperlink the post? Please let me know once you get an opportunity and I'll send you my contact details - thanks. Anyway, in my language, there are not much good source like this.