sexta-feira, 18 de março de 2011

Mudar de vida económica

A irracionalidade de um sistema económico sem mecanismos sociais e políticos de coordenação robustos está à vista na indicação de Manuel Esteves no excelente blogue do Negócios: em Portugal, "são cada vez mais os que trabalham de mais e os que trabalham de menos". Apesar dos retrocessos neoliberais, a variedade renana de capitalismo ainda oferece pistas a explorar: a Alemanha tem um esquema de protecção do emprego em épocas de recessão que assenta na redução pactuada e subsidiada publicamente do horário de trabalho, o que obviamente é facilitado pela tradição de negociação colectiva e pelos seus sindicatos ainda com alguma força; este modelo de partilha, o chamado Kurzarbeit, tem sido parcialmente responsável pela menor destruição de emprego neste país. Já em Portugal, os patrões querem que os funcionários trabalhem mais horas com o mesmo salário, ou até com um salário menor, num dos países onde mais se trabalha na Europa. Em altura de desemprego de massas, esta é uma prescrição vitoriosa para o desastre, só possível porque cheira a medo na economia. A redução do horário de trabalho não resolve por si o problema do desemprego e não substitui a necessidade de uma política económica de estímulo que tem de ter escala europeia. Num país com salários tão baixos em tantos sectores os obstáculos são enormes. No entanto, a redução do horário de trabalho tem de ser parte do esforço para instituir uma economia mais decente. Por exemplo, na New Economics Foundation há quem não desista de pensar num outro futuro: 21 horas...

21 comentários:

Diogo disse...

Os Ladrões de Bicicletas já alguma vez pensaram no efeito do desenvolvimento tecnológico na economia?

Sabiam que há 25 anos atrás, uma empresa de contabilidade que precisava de 30 contabilistas para funcionar, hoje precisa apenas de um contabilista, um computador e software de contabilidade?

E sabem que a tecnologia está em evolução exponencial?

Nuno disse...

No abstracto acho este um modelo excelente, por permitir tempo para o desenvolvimento pessoal através da formação, criação do próprio negócio, voluntariado, etc.

Mas parece que tem um problema fatal para a sua aplicação em Portugal: os ordenados full-time por cá, ao contrário dos nórdicos, mal conseguem pagar uma renda, alimentação e transportes, muito menos se se tiver família e ainda menos se for reduzido a 21 horas.

Mais de metade dos trabalhadores recebe menos de 600€ por mês e reduzir isso a metade era criar um autêntico genocídio.
Não estou a defender também a opressiva evolução das condições que foi descrita acima, mas só a ilustrar o catch 22 de não termos salários mínimos de 1500€...

Devido ao facto de termos mais de 600.000 desempregados para 90.000 ofertas de emprego vamos ter de começar a lidar com o problema de termos um exército de pessoas "desactivadas" nas nossas cidades sem quaisquer hipóteses de resolução, a não ser que o governo do Coelho Portas, para além do distópico cheque-ensino, crie também o cheque-emigração.

gui castro felga disse...

http://oblogouavida.blogspot.com/2011/03/eu-nao-sou-berlinense.html

O Eleitorado Morre Mas Não Se Rende disse...

os ordenados full-time por cá, ao contrário dos nórdicos....OS NÓRDICOS Têm pitroil indústria

e trabalham num fingem que trabalham a tomar café

metade ganha menos de 600?

e produzem o quê 60mil?

Nuno disse...

@eleitorado

Ninguém discute que a produtividade é baixa em Portugal, mas dizer que se ganha por cá 600€ e que isto mal chega para suportar uma pessoa, é só a constatação de um facto.
Não há espaço para redução de tempo de trabalho nem espaço para aumentos muito radicais de salários, estamos entalados.

Por aqui já se falou dos mitos e realidades da produtividade em Portugal:
http://ladroesdebicicletas.blogspot.com/2007/05/uma-mentira-conveniente.html

الرجل ذبح بعضهم البعض ولكن الخيول باهظة الثمن disse...

eu já ganhei menos de 600 equivalentes euros e adaptava-me vivia em quartos alugados

um casal de trabalhadores na indústria em 1960 e tal ganhava
500$ e 600$ e os dois alugavam casa por 400 a 600$ e sobravam só

500 mél réis por mês

comiam sobras da véspera

faziam festas uma vez por ano

iam para a costa no verão

ou para a figueira da foz ou similar

faziam campismo

e compras em espanha de ano a ano ou de 2 em 2 anos

e consideravam-se felizes porque muitos viviam pior

é uma questão de expectativas

aqui aluga-se uma casa por 250 a 300 euros um passe para trabalhar em Lisboa custa 130 ou 100 euros

vão-se 380 euros
mora-se numa casa com mais gente ou aluga-se um quarto

vão-se só 230 a 270 por mês

sobram 300 tirando impostos e similares são 250

dá 8 euros por dia
há quem viva com muito menos

há quem viva com muito mais

5 milhões de portugas a 600X14
meses dá 8400/ano

totalizando 42mil milhões de euros

sem contar os restantes 5 milhões

estes 5milhões teriam de produzir
quase 100 mil milhões de produtos exportáveis

para comprar matérias primas e consumíveis

no abstracto isto não se consegue com as 30 e tal horas efectivas de trabalho

que com intervalos há muita empresa com 40 horas efectivas que não labora nem 2/3

constrangimentos....

o facto de que conseguem é que muitas pessoas vivem com tais quantias

não o fazem em todo o lado com a mesma qualidade de vida isso é certo

mas comparar com povos em que um intervalo de 15 minutos ou um atraso dentro de um horário flexível de meia-hora é motivo para multa de meio-dia

e a repetição do agravo por 4 vezes sem justificação fundamentada dá direito a despedimento

e em que uma multa por falsa declaração de doença excede o subsídio pago em 60%

é comparar alhos com bugalhos

الرجل ذبح بعضهم البعض ولكن الخيول باهظة الثمن disse...

o ênfase vai para as contas de merceeeiro

5 milhões de portugas a 600X14
meses dá 8400/ano

totalizando 42mil milhões de euros

sem contar os restantes 5 milhões

estes 5milhões teriam de produzir
quase 100 mil milhões de produtos exportáveis

Anónimo disse...

A demagogia do Coelho
em:


http://www.cmjornal.xl.pt/detalhe/noticias/nacional/actualidade/passos-coelho-portugal-esta-com-as-calcas-na-mao


ver e ouvir o vídeo é suficiente para se ver o quilate deste Coelho-penedo...

Não responde ao que o pode compromenter.
PULHA

Nem Sócrates nem Coelho

Aurélio Fajardinho

Anónimo disse...

Engasgou-se com:
o FMI ( gosta do FMI ou não?)
As Parcerias Público-Privadas- Apoia ou não apoia?
...

Ataca o PS por ter gasto milhares de milhões de euros, mas nada diz se concorda com a sua existência ou se vão terminar...

Nuno disse...

@ Aurélio

Diz o que for preciso para lá chegar e começar a fazer a rotação de boys rosa por boys laranja e por fim implementar por cá uma versão menos musculada mas igualmente desastrosa da utopia neo-liberal chilena.

Anónimo disse...

@ caro sr com nome em arábico

Com menos de 1400€/mês os dois vivemos agora nós com uma filha a nosso cargo.

Se não há mais crime ou mais emigração ainda é porque as pessoas não são mimadas mas vivem "simplesmente" como você está a dizer.

Uma ajuda às suas contas:
Temos uma habitação que não dá para partilhar mais (T2)que custa 450€ num prédio com 30 anos e com os problemas disso decorrentes.
A nossa filha de 7 anos não ia achar piada a dividir o quarto com estudantes, penso eu.

É o que foi possível arranjar sem estar no centro da cidade, onde as rendas facilmente atingem o dobro mas obriga-nos a só podermos usar um passe (75€), uma vez que o outro local de trabalho é muito isolado (200€/mês para carro).
Nunca comemos fora excepto o dia da semana em que chegamos por volta das 22h (com apoio dos pais) e trazemos de fora.
Não passamos férias há 3 anos (sempre em Portugal e sem problemas com isso).

A alternativa a esta estupidez destes arrendamentos astronómicos em Portugal (mesmo em locais sem escolas, transportes públicos e comércio) é o endividamento e todos sabemos o desastre que isso está a ser.
Existe outra alternativa, que é a "casinha dos pais", tão troçada por comentadores imbecis nos media.
Para essa não vamos por nenhum motivo a não ser a nossa autonomia (ofereceram-se e são simpáticos), se calhar perdemos muito dinheiro por isso.

Reparei que nas suas contas não inclui gastos familiares nem poupança para saúde ou educação, que são mais do que nunca uma espécie de luxos.

Já agora fique com mais umas contas de algibeira para o país onde 40% da população está à beira da pobreza, com a maior desigualdade económica da UE e onde, apesar destes rendimentos miseráveis, não houve uma explosão de criminalidade, mas de emigração, com 75.000 pessoas a saírem todos os anos:

Existem mais de 600.000 desempregados, mas elimine umas dezenas de milhar e arredonde para este número.

Subtraia a estes os 350.000 que ainda têm o subsídio e outros apoios, agora faça de conta que todos criaram empresas que não vão falir ou então emigraram.

Ficou com 250.000 a que vai subtrair todas as ofertas de emprego que existem por todo o país, que são cerca de 90.000 fixas (agregado público e privado) e até pode ignorar que 9 em cada 10 são a prazo e muitos abertamente ilegais. Assumindo que as pessoas trabalham em qualquer lado em quaisquer condições ficou com 160.000 pessoas.

Reúna 160.000 pessoas que não têm hipótese de trabalhar nem de emigrar nem de criar o seu negócio numa praça e depois diga-lhes (é melhor ser com presença militar) que não são empreendedores e que vivem acima das suas possibilidades.

Este país vai sofrer uma quebra demográfica monumental nos próximos 10 anos devido ao desemprego, precariedade e emigração jovem.
Quem semeia ventos...

Zuruspa disse...

Os únicos nórdicos que têm pitrol säo os noruegueses. Mas näo é por isso que säo ricos. A quem é produtivo o pitrol ajuda, é claro. Pois se até ajuda os miseráveis sauditas...

A Finländia no fim da II Guerra Mundial estava de rastos, tinha árvores e gelo. E em 50 anos passou ao país mais economicamente competitivo do Mundo, e é conhecida pelos avanços tecnológicos.

E por aí fora. O que os nórdicos têm (ainda) é ensino universal gratuito até ao mestrado, e empresários, näo patröes. Vede que agora que a tentaçäo neoliberal chegou ao Norte começam a haver mais conflitos sociais, as desigualdades crescem, e a economia está a emperrar. Vidas!

Luis Miguel Silva disse...

Diogo,

Por outro lado, existem agora funcoes tecnicas que nao existiam ha 25 anos atras :o)...

Ja ha dias tive esta discussao com alguem, onde diziam que "com a evolucao deixam de haver empregos, ja aconteceu com a revolucao industrial" e isso e grande tanga!
Sao precisas e, cada vez mais, pessoas especializadas (e as areas de especializacao estao em constante mutacao)!

Cumprimentos,
Luis Silva

so dep disse...

Have you ever thought-about adding extra videos to your blog posts to maintain the readers extra entertained? I mean I just read by way of your complete article of yours and it was fairly good but since I am more of a visible learner,I found that to be extra useful effectively let me know how it seems! I love what you guys are all the time up too. Such intelligent work and reporting! Sustain the good works guys I've added you guys to my blogroll. It is a great article thanks for sharing this informative information.. I'll visit your blog recurrently for some latest post. Anyway, in my language, there usually are not a lot good supply like this.

sim so dep disse...

Wonderful learn, I just handed this onto a colleague who was doing a little analysis on that. And he truly purchased me lunch as a result of I found it for him smile So let me rephrase that: Thanks for lunch! Anyway, in my language, there are usually not much good source like this.

linkwheel disse...

Thank you for the wise critique. Me & my neighbour have been getting ready to do a little analysis about that. We received an excellent guide on that matter from our local library and most books where not as influensive as your information. I am very glad to see such information which I used to be searching for a protracted time.This made very glad! Anyway, in my language, there aren't a lot good source like this.

gccf disse...

Have you ever thought-about adding extra videos to your blog posts to maintain the readers extra entertained? I mean I just read by way of your complete article of yours and it was fairly good but since I am more of a visible learner,I found that to be extra useful effectively let me know how it seems! I love what you guys are all the time up too. Such intelligent work and reporting! Sustain the good works guys I've added you guys to my blogroll. It is a great article thanks for sharing this informative information.. I'll visit your blog recurrently for some latest post. Anyway, in my language, there usually are not a lot good supply like this.

bp claims process disse...

Took me time to read all of the feedback, but I really loved the article. It proved to be very helpful to me and I am sure to all the commenters right here! It's always good when you can not solely be informed, but in addition engaged! I'm positive you had pleasure penning this article. Anyway, in my language, there aren't a lot good supply like this.

gccf claims disse...

Completely understand what your stance on this matter. Though I might disagree on a number of the finer details, I think you probably did an awesome job explaining it. Sure beats having to analysis it on my own. Thanks. Anyway, in my language, there aren't a lot good supply like this.

bp claims disse...

Can I make a suggestion? I believe youve obtained one thing good here. But what for those who added a pair links to a page that backs up what youre saying? Or maybe you might give us something to have a look at, something that might connect what youre saying to something tangible? Just a suggestion. Anyway, in my language, there are usually not much good source like this.

Anónimo disse...

Tenha um bom dia, meu amigo!