sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Hoje e amanhã


12 comentários:

Jose disse...

Algum dentre estes discursadores geriu uma empresa que produzisse e pusesse um qualquer produto à venda no mercado?

Anónimo disse...


Há coisas que são ditas e feitas neste momento por governantes e extremistas de uma Europa que não sabe o que fazer com seus próprios cidadaos – mais de 20 milhões de desempregados criados pela austeridade neoliberal — vendo na chegada dos de fora, os refugiados, os migrantes, o risco de um desnudamento social explosivo, que era impensavel aqui há poucos anos.
De um “muro indesejavel” como o de Berlim, a Europa Comunitaria tem agora novos muros e vedaçoes em arame farpado lembrando os campos de concentraçao erigidos pelo nazi-fascismo. E´ triste em demasia!
Tenho a impressao que mudamos de expressao mas continuamos iguais ou piores que “eles”.
Europa Comunitaria que apoia, atraves da OTAN a ocupaçao e exclusao de milhoes de cidadaos dos seus proprios paises -- os refugiados –.
E fingindo-se bons samaritanos, oferecem-lhes as aguas do Mediterraneo como “matança” da sede, qual poço de Jerico´ . Foi e e´ esta civilizada U.E., esta democratica U.E., este mana´ de venturas, a que povos inteiros se submetem, a dadiva maior que o Centrao nos poderia ter dado. Não havia melhor!?
E´ de uma tristeza enorme assistir a tanta hipocrisia, mentira e sem-vergonhisse na TV, Imprensa. Os comentadores e fazedores de opiniao a lembrarem-se em coloquios e soliloquios dos tais 1% mais ricos e excluirem dos outros 99% aqueles que de verdade sofrem as agrurias da servidao. O que se esta a passar não são dois pesos e duas medidas. São crimes premeditados ! Quase se pode afirmar que dois terços da terra firme são campos de concentraçao. de Adelino Silva

Anónimo disse...

Que idiotice um tipo vir questionar outros, as suas posições, as suas opiniões, com base na gestão e produção de um qualquer produto.

Idiotice maior porque como se sabe a categoria de gestor tem uma paleta enorme indo de indivíduos cultos e progressistas até a idiotas boçais ou criminosos reles.

Mas há outra nota que não pode deixar de ser sublinhada. É a tremenda pesporrência de quem se acha com o direito de questionar desta forma um debate livre. E aqui esconde-se mal um qualquer desejo de limitar a liberdade de expressão e de cercear o direito de reunião.

É desta laia que saíam os peritos da legião portuguesa recauchutados depois em peritos ao serviço de associações de patrões dúbias e suspeitas?

Anónimo disse...

Questionar a atitude e forma que se julga inativa ou amorfa do que se vai realizar não e´, a meu ver, idiotice alguma. Fazem e´ lembrar o truque do feirante com o célebre “burro ao contrário”, ainda que o evento - Uma esquerda para tempos de incerteza vá pra frente quer se gosto ou não.
Ate parece que há vários tipos de Jose´s a tentarem de outra forma contestar o contraditório, a dúvida do semelhante…do não esclarecido.
Estou praticamente impossibilitado de assistir, mas acho que não seja a melhor atitude a tomar perante a antidemocracia existente no país e na “Europa Connosco”. Prefiro - Uma esquerda unida de certeza! – de Adelino silva

separatista-50-50 disse...

Marionetas ao serviço da alta finança (capital global)
.
.
Já foi a venda Empresas Públicas Estratégicas (electricidade, gasolina, etc)...
.
Segue-se o massacre da classe média (que poupa e investe) com impostos.
.
LEIA-SE: As multinacionais monopolistas que esmagam fornecedores (fazem desaparecer milhões de pequenas e médias empresas) - todavia o seu lucro é sagrado - ficam com o caminho cada vez mais desbravado...
{a classe média deve, de preferência, vender o seu património ao desbarato a grupos multinacionais com sede em paraísos fiscais}
.
A sociedade (nativa) NÃO É SUSTENTÁVEL (média de 2.1 filhos por mulher); o pessoal critica da repressão dos Direitos das mulheres... todavia, em simultâneo, para cúmulo, o pessoal defende que... no aproveitar da 'boa produção' demográfica proveniente de determinados países {nota: 'boa produção' essa... que foi proporcionada precisamente pela repressão dos Direitos das mulheres - ex: islâmicos}... é que está a 'salvação' para resolver o problema do deficit demográfico!?!?!?!
.
.
.
P.S.
A alta finança (capital global) está apostada em dividir/dissolver as Nações... terraplanar as Identidades... para assim melhor estabelecerem a Nova Ordem Mundial: uma nova ordem a seguir ao caos – uma ordem mercenária (um Neofeudalismo).

Jose disse...

Adelino, ou é o teu neto a escrever ou estás a derivar de âncora garrada!

Onde antes tinhas vistos e alfândegas e ditaduras ao serviço da Europa agora tens barcos no mar e cercas em terra.
Hipocrisia?
Auto-defesa e melhor será que seja eficiente.

Anónimo disse...

Uma idiotice muito grande essa do pedido do cartão de cidadão. Mas está incompleto. A pergunta devia ser: É ou não gestor-perito em relações laborais e em comesainas da legião?

Manuel Silva disse...

Ó idiota José:
E tu, quantas empresas geriste o criaste?
Pela tua lógica, só quem gere ou cria empresas pode opinar.
O cérebro é uma coisa maravilhosa, todos deviam ter um.
Se tu tivesses um cérebro, perguntava-te quem trabalharia nas empresas em Portugal se todas as pessoas fossem como tu preconizas.
Mas como não tens, por aqui me fico.
Já perdi demasiado tempo com um bacoco.

Anónimo disse...

Ó xôr jgmenos mesmo, então vossemecê, um consultor de cerveja flamenga, vem aqui perguntar pela venda da produção dos palestrantes? Assim de repente, lembro-me de vários produtos produzidos pelos próprios e de qualidade. Quanto a si só vejo as tristes figuras que por aqui faz.

Anónimo disse...

O que será essa coisa de ditaduras ao serviço da Europa? Sério?
E os vistos não voltaram? E não suspenderam o espaço Schengen ?
E onde estão os barcos no mar que foram abatidos por ordem da UE com o apoio de Cavaco?
E onde estão as cercas se Cavaco e a mesma UE deram cabo da nossa agricultura?

Hipocrisia e auto-defesa ou o requiem da treta institucionalizada

Jose disse...

Tanta gente perturbada com uma mera pergunta que visava determinar se algum dos palestrantes tinha experiência da economia a parte relevante!

Até o Manelzinho saiu da sombra em que abriga a sua simplicidade para ensaiar formular as suas inevitáveis sentenças.

Gritam os esquerdalhos por mais empregos; e só ambicionam morder a mão que lhos poderá dar!
É claro que têm sempre o Estado, essa entidade que tem por missão maior dar a teta a treteiros!

Anónimo disse...

Sabe-se o que a mera pergunta visava.
Visava descredibilizar os promotores da reunião com base num conceito rasca e de pretensa superioridade.

Só poderiam falar com propriedade os gestores ligados à produção de algum produto etc e tal.

Quem agora vem aqui lastimar-se cala-se perante a acusação frontal de que gestores há muitos. E que os crimes económicos a que muitos deles estão associados nao lhes permite carta de alforria especial.

Cala o referido sujeito as acusações de tentativa de condicionar um debate que é democrático.

A confirmação deste elitismo de trampa vem agora das suas últimas palavras,na referência explicita ao morder a mão que pode dar emprego. A demonstrar que a pergunta inicial visava uma separação de águas.Há os patrões e os demais. E só aos primeiros cabe o debate sobre temas económicos porque são estes que "produzem emprego".

Aqui esboçada a mais primária visao da economia e do mundo do trabalho. Própria de qualquer alarve dos primórdios do capitalismo predador.

O que se estranha...ou talvez não...é que quem assim se pronuncia é ou foi perito nomeado pelas confederaçoes patronais para as relações laborais. Ele proprio um patrão assumido.

Parece que também faz "serviço cívico". Este aí em cima expresso