quarta-feira, 17 de março de 2010

Debater o PEC

“A Comissão Coordenadora, Eduardo Paz Ferreira, Carlos Lobo e Clotilde Palma têm o prazer de convidar V. Ex.ª para assistir à Conferência PEC: Programa de Estabilidade ou Crescimento? a qual decorrerá no próximo dia 22 de Março de 2010 às 9h45 no Auditório da Faculdade de Direito de Lisboa (programa em anexo).”

O debate organizado pelo Instituto de Direito Económico Financeiro e Fiscal da Faculdade de Direito de Lisboa (IDEFF) é mesmo relevante e oportuno. A minha intervenção logo se verá. Andará à volta disto e disto e sem tentar perder de vista a pergunta feita por Jean Monnet logo em 1955: “Será possível termos um mercado comum sem políticas sociais, monetárias e macroeconómicas federais?” A história encarrega-se de lhe responder.

Nota bibliográfica. A pergunta de Monnet foi apanhada no último livro do historiador Perry Anderson que andámos a ler (somos dois…). Uma colectânea de artigos muito críticos da trajectória neoliberal do projecto europeu que atinge o cume neste. Não conheço melhor. Sobre os actuais problemas de uma integração económica europeia que aumenta as desigualdades e gera desemprego, isto e isto também ajuda.

[Publicado, em simultâneo, no Arrastão]

5 comentários:

João disse...

Ena, uma conferência à segunda feira! Os académicos deste país, de tanto nada fazer e viver à pala do contribuinte, pensam que mais ninguém trabalha e que pode tirar a segunda feira para ir a uma conferência!

Nuno Teles disse...

Deixa cá ver se percebo. Os "académicos" que organizam a conferência não fazem nenhum, mas ao mesmo tempo acham importante dar-se ao trabalho de organizar uma conferência, ler e preparar comunicações sobre um tema que está na ordem do dia. Para o João isso não é trabalho...

Para o João, trabalhar é mandar bitaites insultuosos às 11:30 da manhã.

passar bem.

João disse...

Ena, que trabalheira organizar uma conferencia, e provavelmente nem são eles que organizam!

Ler e preparar comunicações? Também se os académicos não estivessem minimamente por dentro dos assuntos da sua area... Bom se calhar de facto não estão e têm que levar a cabo um arduo trabalho de preparação. Enfim, o Nuno ainda tem uma opinião deles pior do que eu...

Já agora, só estou a escrever posts a esta hora da manhã, porque devido à crise não há muito serviço. Sabe, é que eu não tenho um tacho académico. Se bem que se o mercado de trabalho continua a contrair a esta velocidade ainda vou tentar arranjar um...

Jorge disse...

O João deve ser um dos mini-boys de serviço ali pelo Rato, destinados a seguir blogs e bloggers do "contra". Sei do que falo.

João disse...

Ah ah aha ah! Não qual é a parte que tem mais piada. Se é achar que sou do PS, quando acho que esse criminosos deviam ser corridos a tiro. Se achar que este blog é do contra, quando a maior parte dos autores apoiam as politicas orçamentais despesistas e as expansões monetarias suicidas que têm sido seguidas na europa e em portugal nos ultimos 30 anos.