domingo, 18 de março de 2012

Viram este filme?

Uma pessoa deixa de ler a Economist durante umas semanas e arrisca-se a perder análises perspicazes e influentes sobre a economia portuguesa. Pedro Santa-Clara, detentor da cátedra Millenium-BCP de finança da Nova e um natural crente na hipótese dos mercados eficientes, o fundamento ideológico do poder da finança, deu o mote em declarações à revista que só agora li: “Todas estas pessoas estudaram realização e sociologia e foram trabalhar para o Estado”. Cá está o problema: ou não faz ideia do que está a falar ou faz demasiado bem e trata-se de ofuscar o papel da finança com declarações coerentes com anteriores sonsices e miopias. Não admira que os erros abundem num artigo inenarrável onde também não podiam faltar os lugares comuns de António Barreto. Ricardo Arroja, um economista de direita que vale sempre a pena ler, fez-nos o favor de assinalar os erros em carta enviada à revista.

2 comentários:

meirelesportuense disse...

Fora do tópico:
-Os meus carros amigos já ouviram falar em "contadores inteligentes"?...Instalaram há poucos dias um desses brinquedos em minha casa sem que eu o solicitasse, assim, sem mais nem menos, ainda por cima a ler em Tarifa Tripla quando o meu contrato é Bi-Horário.
-Estou com comichão na orelha, ainda por cima isto aconteceu poucos dias depois de eu ter denunciado a falta de luz em vários candeeiros públicos...Ao fim de duas reclamações lá vieram arranjar os candeeiros, um dia depois, substituíram-me o contador.
É possível que eu esteja a ter visões, o que é certo é que fui ler umas coisas na Internet e soube que algumas pessoas em vários Países acham que estes aparelhos são altamente radioactivos porque trabalham directamente e em rede ligados com a EDP.Fazem contagens e transmitem dados remotamente.Dispensam pura e simplesmente os anotadores/verificadores humanos.
A Cidade de Évora serviu em 2010 como projecto piloto e muitos eborenses reclamam ainda de contagens que consideram aberrantes...Descubram o que existe verdadeiramente por detrás disto, eles vão atingir toda a gente...Fui um dos primeiros, tenho a vantagem de ser contestatário!

O Senhor dos Queijos disse...

quando um fundo norte-americano aposta em portugal para a especulação em dívida...é sinal que o jogo vai continuar

lá como cá há muitos interesses a defender na despesa e corta-se cegamente nos que se mexem pouco