sábado, 10 de março de 2012

Aviso: Cavaco ficará na história

Cavaco ficará na história pela sórdida economia política e moral que instituiu no país: de Maastricht ao BPN, ou seja, à reconstrução política do capital financeiro. Os governos que lhe sucederam acrescentaram breves notas de rodapé dissonantes no campo social e nada mais. Cavaco ficará na história por, já PR, ter tentado naturalizar os mercados financeiros, liberalizados durante o seu governo, numa fase em que as suas tendências destrutivas eram já claras para todos. Ficará na história por ter aceite a austeridade recessiva, por ter feito, até às eleições de 2011, um discurso pacóvio e estreito sobre uma crise que era supostamente nacional, na sua visão e na dos economistas incompetentes e interesseiros que patrocinou. A crise de um euro disfuncional só foi descoberta tarde demais. Cavaco ficará na história por não ter, em 2010, feito nada para ajudar a forjar uma aliança das periferias por forma a evitar intervenções externas guiadas pelos interesses dos credores. Ficará na história pelo seu autismo social, pelo dinheiro que nunca chega, por uma arrogância que só tem paralelo no mais estreito calculismo político, numa flagrante falta de memória, numa lata sem fim. Em suma, uma história desgraçada na qual ficará em lugar de destaque.

12 comentários:

Ibn Erriq disse...

Mas porque se perde tanto tempo em Portugal com um tipo como o Cavaco?

Troika da Silva disse...

O vício dos pigs - cartoon

http://goo.gl/JtmhS

Carlos Albuquerque disse...

Cavaco tem muitos defeitos e limitações. Mas o que Sócrates fez foi várias ordens de magnitude pior.

E infelizmente a esquerda portuguesa não viu ou não quis ver: Sócrates entregou Portugal e o seu estado social, numa bandeja, ao grande capital.

Todos ao Pankrassio e fé em Zeus disse...

Cavaco só?
Se bem me lembro o estado corporativo e a banca que se abanca começou antes do gaijo ser ministro das finanças...

devo tar xéxé...ou atão é falta de lítio é que na ADSE só custa 3,99 ir ó espírito santo saúde buscar uma receita
(inté dão amostras)

logo o mal num foi cavaquista
começou antes e prolongou-se depois

há quem queira ver em cavaco a raiz de todos os males

mas isse deve-se a cataratas políticas

cavaco simplesmente nà quiz incomodar o funcionalismo e os interesses que o iriam um dia eleger presidente
(o 4º desse nome que durou 10 anos
senão apanhar gripe)

Oxum disse...

Brilhante!

Anónimo disse...

Às vezes perguntava a amigos norte-americanos como era possível terem como presidente o Bush filho.

Agora estou à espera que me perguntem como é possível termos como presidente o Aníbal.

Vou deixar de fazer perguntas destas.

Maquiavel disse...

Cavaco: eleito 4 vezes por maioria absoluta.

O responsável näo é o Cavaco, é dos grunhos que votaram e revotaram neles, hipotecando o futuro de Portugal. Num qualquer país digno desse nome ele nem seria eleito presidente do centro proquial.

Cavaco: um político à altura do seu país.

Todos ao Pankrassio e fé em Zeus disse...

Bom Cavaco ficará como o pai do buraco dos fundos sem fundos das pensões, um Engenheiro de Minas reformado em 1974 com 20 contos por mês (uma fortuna...8 vezes o salário de um sub-oficial ou de um 1º oficial da alfândega) recebia em 1985 pouco mais de 40 contos (com o salário mínimo a 15.600$ e com qualquer recibo verde por conta do estado a tirar 25 a 30 continhos (20 no LNETTI)

Depois foram abrangidos pela reforma cavaquista e as pensões depauperadas por anos de inflacção dispararam

Logo fez muito mais pelos reformados (principalmente pelos do estado...e das empresas que diriamos nacionais ou que foram nacionalizadas
(um pensionista das antigas companhias de transporte rodoviário esvaziava-se na miséria
depois foram equiparados aos seus colegas que se iam reformando na Rodoviária Nacional

subiram todos para os 900 a 1300 actuais
infelizmente os desempregados e não con tribuintes foram crescendo

e o professorado está quase todo acima do 7º escalão
(e com 40 mil do superior e 10 dos institutos que se reformarão eventualmente
(felizmente é um meio em que se reformam aos 70..alguns)

o systema cavaquista ficará na história

já soares resolvia o problema deixando a inflação ir comendo as pensões

é o futuro...
Cavaco Sócrates Soares Guterres são notas de rodapé no século XX ou XXI

manuel palma disse...

Carlos Albuquerque
e
Blogger Todos ao Pankrassio e fé em Zeus

escreveram o que é preciso começar a dizer, e assumirmos a desgraça deste regime de gente que se governa dizendo-nos que nos governa. Votai, votai, que a democracia é uma coisa linda...

Anónimo disse...

eu votei cavaco mas estou indignado com tudo isto.

esta criatura abjecta que está a ocupar um lugar para o qual não tem perfil nem qualificações não pode lá continuar.

não podemos deixar que lá fique até ao final do mandato como se nada estivesse a acontecer.

não assinei a petição porque acho que não vai dar em nada mas espero que a sociedade civil convoque uma grande manifestação para a queda desta criatura. Estarei presente, ai se estarei (e votei nele).

ps - o ar que se respira em portugal está a ficar demasiado pesado... não vamos conseguir esperar mais 4 anos sem sufocar. temos de agir. o tempo é agora.

110 mil contos em 1973 disse...

o despacho de 15 de Janeiro de 1972, publicado no Diário do Governo, 2.ª série, de 25 do mesmo mês, estendeu o benefício da pensão de velhice aos sócios efectivos das Casas do Povo criadas depois de 1 de Janeiro de 1966, mediante a prova da prestação de trabalho por conta de outrem em actividades agrícolas, silvícolas ou pecuárias, durante os últimos cinco anos.

em 1983 eram pouco mais de 1 milhão...de donas marias

nos anos 90 abuelito finou-se
já com pensão de metade do valor do serviço doméstico...

logo...
ah e vôvô só botou uma vez em 1920 e pouco logo nã era cavaquista mas ficou agradecido pelo quilo extra de sardinha semanal...e pelas línguas de gato ca minha tia avó nã subsidiada até aos 83 gostava muito

e em 89 veio a luz eléctrica cavaquista...e a água canalizada

até porque os anos cavaquistas foram um inferno de calor....
dava para lavar a tejolêra e regar o trigo e cevada em 92...
um ano seco seco

mais ó menos como o de 2007...

Anónimo disse...

[12 de Maio] Caminhada pela demissão de Cavaco Silva