quarta-feira, 15 de abril de 2015

O euro em debate: Como ficar? Como sair?

O Observatório sobre Crises e Alternativas do Centro de Estudos Sociais (CES) e o Instituto de Direito Económico, Financeiro e Fiscal (IDEFF), da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa, promovem um colóquio sobre o euro, num momento em que se assinala o quarto aniversário do acordo de Portugal com a troika e com a recente experiência grega em pano de fundo. Razões mais que suficientes para avaliar a possibilidade de alternativas económicas e sociais à austeridade, considerando o actual contexto europeu e os constrangimentos inerentes às próprias regras do euro.
Devemos ficar ou devemos sair? Como ficamos? Como saímos? No momento que Portugal e a Europa atravessam, todos os cenários exigem reflexão profunda e preparação cuidada, colocando em cima da mesa as diferentes perspectivas que estão em jogo.

O colóquio realiza-se amanhã, 16 de Abril, a partir das 18h00, no Auditório do Montepio (Rua do Ouro, 219), em Lisboa, desdobrando-se em dois painéis:

● Como ficar? (18h00-20h00)
Intervenções de João Ferreira do Amaral (Economista), Elisa Ferreira (Eurodeputada), José Reis (Economista) e Nazaré Costa Cabral (Jurista). Moderação de Manuel Carvalho da Silva (Sociólogo).

● Como sair? (21h15-23h30)
Intervenções de Viriato Soromenho Marques (Filósofo), João Rodrigues (Economista), Octávio Teixeira (Economista) e Francisco Louçã (Economista). Moderação de José Castro Caldas (Economista).

A entrada é livre, devendo as inscrições ser feitas aqui. Estão todos convidados.

8 comentários:

Anónimo disse...

O tema é crucial e os intervenientes são dos mais bem preparados, não têm como fazer um registo, mesmo que de audio, deste colóquio? Penso que o interesse pelo que se vai passar é generalizado.

Antonio Cristovao disse...

É posivel assistir ou ler na web para quem não pode ir?

Anónimo disse...

Concordo. Não vou poder ir mas tinha todo o interesse em ouvir nem que fosse só o registo audio.

João disse...

E aqui vai mais uma assinatura para os registos audio ou vídeo...

Anónimo disse...

q bom q n vai o rui tavares debitar meia dúzia de lugares comuns, sem se comprometer com nada a não ser a união das esquerdas (que inclui o ps, risível). o rui tavares é a versão nano do antonio costa, que também n gosta de se comprometer nem com o tipo de sabonete q usa.

Nuno Serra disse...

Caros leitores,
O debate será gravado e posteriormente disponibilizado no youtube, não se prevendo, até ao momento, a sua transmissão em directo.

Anónimo disse...

Já está na internet? ainda não encontrei

Nuno Serra disse...

Caro Anónimo,
Creio que não. Sugeria que fosse consultando a página do IDEFF ou do Observatório sobre Crises e Alternativas.
Se houver novidades entretanto, daremos notícias aqui no blogue.