quarta-feira, 27 de julho de 2011

Austeridade rima com insolvência


Título do Negócios: Roubini diz que Irlanda e Portugal estão insolventes

Nouriel Roubini, economista que previu a crise financeira de 2008 e que é conhecido pelas projecções catastróficas, avisa que "dentro de alguns anos o actual programa de ajuda a Portugal vai cair por terra, tal como acontecerá na Irlanda."

Nada que já não soubéssemos em Janeiro (ver aqui).

Junte-se o ataque crescente dos especuladores à Espanha e à Itália e em breve chegará a hora da verdade para a zona euro. Não serão precisos vários anos como diz Roubini.

Alternativa política, precisa-se.

2 comentários:

Nuno Sotto Mayor Ferrao disse...

Caríssimo Jorge Bateira,

Na realidade, a decisão súbita de acudir à Grécia tomada na semana passada foi um remédio provisório que deu a Portugal alguma folga para "respirar", porque aquilo que, verdadeiramente, faz falta à UE e à zona Euro é uma estratégia comum que nos defenda dos ataques dos especuladores. É necessário que os paraísos fiscais sejam erradicados e que passe a haver alguma regulação da Globalização. É uma meta, provavelmente, difícil de alcançar, mas sem que se cumpra este pressuposto a actual estruturação económica irá sempre gerar crescentes desigualdades sociais internas e entre países do nosso espaço comunitário.

Saudações cordiais, Nuno Sotto Mayor Ferrão
www.cronicasdoprofessorferrao.blogs.sapo.pt

LOUVA A GREVE PERMANENTE EM DEUS disse...

A situação mundial alterar-se-à em menos de 2 anos

novas políticas agrícolas são necessárias

é a única exportação em que toda a europa é competitiva

comida...a Austrália depois de uma década de seca está em baixo

e pelas dust bowl's deste ano em Phoenix algumas partes do top soil norte americano
também estÃO indo