segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

Entusiasmo e abalo

"O entusiasmo que alguns líderes políticos de grandes potências demonstraram, após a crise, pela introdução de uma taxa Tobin à escala mundial parece ter ficado seriamente abalado durante o encontro do Fórum Económico Mundial em Davos." Sérgio Anibal no Público. Davos só serve para abalar as boas propostas. E para expôr o grau, sempre variável, de controlo do poder político pelo poder financeiro. Enfim, sem movimentos sociais robustos, não há mesmo entusiasmo que resista aos múltiplos Davos desta vida...

3 comentários:

Paulo disse...

Não concorda que há um trade-off entre precariedade e desemprego? Porquê?

Grunho disse...

Acabará por haver movimentos sociais robustos que acabarão por mudar o actual estado de coisas.
Provavelmente todos lamentaremos a forma como tal se vai passar e então ouviremos dizer: 'porque é que não vimos isto antes?'

João Leitão disse...

Vai nascer em Portugal o Movimento Transição.