quarta-feira, 18 de maio de 2011

Reprofilemo-nos


A conversa sobre a reestruturação da dívida está a evoluir na União Europeia. Agora já não é “reestruturação jamé”. É “reestruturação suave”, “reprofilamento” (reprofiling).

As inovações linguísticas na União Europeia são um sinal inequívoco de que alguém mudou de ideias. A reestruturação vem lá, antes de 2013, com bênção institucional do Eurogrupo, por muito que custe ao BCE. E vem lá ao mesmo tempo que nos está a ser imposto um “acordo” baseado no pressuposto de que a reestruturação "jamé".

Antes da reestruturação é preciso flagelação. Esta parece ser a lógica de quem agora manda na UE.

Cá é parecido. Enquanto Socrates continua no reestruturação “jamé”, Passos Coelho já diz que primeiro temos de nos castigar um bocadinho para depois podermos mendigar uma taxa de juro menos punitiva. E diz também que uma redução da taxa de juro não tem nada a ver com reestruturação. Pois não, deve ser “reprofilamento”.

6 comentários:

Millenium Falcon disse...

não é flagelação

é mais tentar resgatar o máximo antes da queda final

seja suave seja quebra-ossos

Exilado disse...

Todo este processo de empréstimos e “resgates” tem o leve odor de uma arrogância cultural da Europa Central face a povos que sempre viram como inferiores. Por cá as elites assumiram o preconceito dos seus colegas de fora e também consideram quem governam (politicamente, economicamente, culturalmente…) como uma populaça mais torpe que o resto da Europa. E como falamos de animais de carga para quê poupar o chicote?

Elemento Absorvido disse...

Tem que se vender o aparelho produtivo bem baratinho. Depois disso, o perigo de explosão social é superior ao lucro.

Maquiavel disse...

Exilado, o problema é que os tais que säo considerados "animais de carga" pelos poderosos até gostam do chicote... portanto, para quê poupar nele?

Profilemo-nos uns aos outros...

Exilado disse...

Maquiavel,

Fale por si porque estamos todos a apanhar com tudo isto por tabela e eu não gosto de ser flagelado.

Fada do bosque disse...

Uma sucessão de comentários deliciosa! :) mais uma vez estou com o Exilado!