quinta-feira, 2 de julho de 2015

sic transit gloria mundi

 

A notícia é do início de Junho: de acordo com os dados do Bloomberg Billionaires Index, as fortunas das treze pessoas mais ricas da Europa seriam suficientes para cobrir a dívida pública grega. Por cá, no primeiro semestre do ano, a Porsche bateu o recorde de vendas no nosso país. Como bem lembra o António Monteiro no facebook, o Jô Soares é que tinha razão: «se existe tanta crise é porque deve ser um bom negócio».

9 comentários:

Anónimo disse...

As fortunas das treze pessoas mais ricas da Europa ou um CrowdFunding : bailout fund for Greece. By the people, for the people.
https://www.indiegogo.com/greek-bailout-fund.html#/story

As the campaign hits €1.2m most contributors are from UK, Germany and France

Não percebo porque não falam disto no vosso blogue...

Care to explain?

Anónimo disse...

Confunfir as fortunas das treze pessoas mais ricas do mundo com um "crowdfunding ( que juntou cerca de 1,2 milhões de euros a partir de cerca de 71 800 pessoas) é simplesmente deitar poeira para os olhos.

Sem ir nem ao cerne das questões, nem constituir resolução para essas mesmas questões.

Como diz Jô Soares, se existe tanta crise é porque deve ser um bom negócio...para uns tantos

De

Anónimo disse...

Também no mês passado se bateu, de novo, o record de venda de viaturas.
Provavelmente os que imigram estão a levar carros novos com eles.

cps

Rui SIlva

Anónimo disse...

Quantos pobres são precisos para se fazer um novo milionário?

Jose disse...

A fortuna da 14ª pessoa mais rica diz-se que mantinha os gregos felizes por cerca de 6 meses.

Conclusão: a extorsão é a base da felicidade dos povos.

Anónimo disse...

Os carros novos e o sr rui silva.

Hum. No mês passado bateu-se ( de novo?) o record de venda de viaturas? Sério?
Curioso.A ACAP alerta que foram vendidos em junho apenas 24.203 veículos, menos 4% que a média verificada nos últimos 15 anos

Acontece que o sr silva se esquece de dizer o mais importamnte :" A marca que mais cresceu (32.6%) foi a Jaguar, tendo sido vendidos 122 carros em seis meses – só em junho as vendas duplicaram face ao mês homólogo.
No caso da Maserati, que esteve anos afastada de Portugal e só regressou em 2014, foram vendidos 14 carros, mais que em todo o ano passado. Já a venda de lamborghinis também disparou: foi vendido um em todo o ano de 2014 enquanto até junho deste ano foram transacionados três."

Donde se torne lapidar a frase de Almeida Garrett já atrás citada:
"Quantos pobres são necessários para se produzir um rico ?"


Não se percebe todavia é a fuga motorizada do sr silva perante o exposto no post. Nem a conclusão "tremenda" dos imigrantes a levarem automóveis novos com eles.


É também delicioso ver o comportamento de piegas do das 20.00 perante os mais ricos...enquanto patenteia o seu rancor e ódio aos que vêem quotidiamente o seu salário, a sua pensão , a sua dignidade serem expoliados...precisamente pelos poderes que protegem os mais ricos e que são directamente respsonsáveis por esta condição.

Ah, esta forma de defesa da classe possidente raia a desfaçatez.E algo mais mas a boa educação não permite ser mais explícito

De

Antonio Cristovao disse...

As narrativas têm essa parte boa: dão para provar isto e o seu contrario.
Portugal em que o empobrecimento é flagrante teve o maior aumento na UE de compra de carros. Diz a esquerda de quermesse que são os ricos; será tanto rico?

Anónimo disse...

"Diz a esquerda da quermesse que são os ricos?"

Ora aí está um bom processo de debater.Não vou dizerr que a direita submissa e rastejante diz que os carros são o pretexto para avaliar a "qualidade" do nosso processo económico.Tal era não só deselegante, como iria "classificar" bastante mal o raiocínio intelectual de.

Ora vejamos.
Parece que o tema sobre carros tem rodas oara andar,desde que o sr silva resolveu mais uma vez dizer as suas "boutades".

Nem vale a pena agora ir por aí. Quanto à classificação de rico,talvez ler de novo o texto e fazer um esforço, que diabo:
"Acontece que o sr silva se esquece de dizer o mais importamnte : A marca que mais cresceu (32.6%) foi a Jaguar, tendo sido vendidos 122 carros em seis meses – só em junho as vendas duplicaram face ao mês homólogo.
No caso da Maserati, que esteve anos afastada de Portugal e só regressou em 2014, foram vendidos 14 carros, mais que em todo o ano passado. Já a venda de lamborghinis também disparou: foi vendido um em todo o ano de 2014 enquanto até junho deste ano foram transacionados três."

Não são tantos ricos ,como o sr cristovao insinua. São sim muito ricos que se amesendam na crise e se tornam a cada dia que passa mais ricos,

Agora é puxar pela cachimónia

De

Anónimo disse...

Why I set up the Greek bailout crowdfund
Thom Feeney

"The way to help a struggling economy is by investment and stimulus – not austerity and cuts. This crowdfunding is a reaction to the bullying of the Greek people by European politicians, but it could easily be about British politicians bullying the people of the north of England, Scotland and Wales. I want the people of Europe to realise that there is another option to austerity, despite what David Cameron and Angela Merkel tell you."

"Many Greek people are messaging me to say how overjoyed they are to hear that real people around Europe care about them. It must be hard when you think the rest of the continent is against you."

"Of course I would prefer that we had governments that listened and connected with the public, but I guess that getting people involved at a grassroots level might be the next best thing."

Na íntegra aqui: http://www.theguardian.com/commentisfree/2015/jul/01/greek-bailout-crowdfund-politicians-euros-people