segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Ainda não fomos informados, mas a democracia acabou

Declarações de Mário Monti ao Financial Times sobre a sua ascensão a primeiro-ministro italiano:

“Romano Prodi disse-me: ‘Prepara-te, quando a diferença entre a dívida italiana e a alemã chegar a 300 pontos (3%) vais ser chamado’. Entretanto, o spread chegou aos 550.”

4 comentários:

Carlos disse...

Pois! Embora para mim, nas últimas décadas europeias, ela tenha acabado quando se retirou da alçada popular e política toda a área financeira e económica, em nome duma sacrossanta independência consagrada em Tratados.

manuelpereirabarros Meira disse...

A democracia na Europa e no Mundo já esteve mais ameaçada! Porém os anti-democratas levaram tal coça em Estalinegrado que,ainda hoje,clamam ter visto o diabo quando notam algo que se pareça com quem os derrotou. O resto são tretas-ò-Rosa.

meirelesportuense disse...

Sim, a Democracia acabou na Europa, no preciso momento em que muitos Governos decidiram impedir as suas populações de se manifestarem, através do voto devidamente esclarecido, sobre muitas das grandes opções tomadas na integração desses Países.
Falo p.ex. de Portugal, Espanha, Itália, Grécia, etc...A partir daí os Povos ficaram afastados deste Processo e assim continuam, remetidos a um terror essencialmente assente no desconhecimento de muitas das questões essenciais, que deliberadamente, lhes foram sendo sonegadas ao longo do tempo.
O medo do desconhecido.

GL disse...

Só os muito distraídos é que não se tinham apercebido. Está aí, à vista de todos, sentida apenas por alguns.