sábado, 31 de maio de 2014

Ajuda


Um, dois, três, muitos chumbos. O Tribunal Constitucional faz bem em repetir-se. E eu repito-me também. Estruturalmente, o Tribunal Constitucional volta a colocar, independentemente da intenção, a questão de saber quem manda aqui, sendo que a mais importante resposta neste campo, como sempre, cabe ao povo português: a soberania é popular nos termos das regras que por aqui devem vigorar. Conjunturalmente, o Tribunal Constitucional dá mais uma importante ajuda para a recuperação económica por via da dinamização da procura interna.

8 comentários:

Jose disse...

Mal posso esperar pelo desfecho deste circo que vê o orçamento do Estado a sustentar a procura interna!!

Anónimo disse...

Porque será que para os defensores das vias únicas,acéfalas e submissas, tudo o que não venha de encontro às suas posições de troikistas, faz parte ou de "circos" ou da esfera da perturbação mental?

De

D., H disse...

A Constituição é para ser cumprida, doa a quem doer.

"As alterações da Constituição são aprovadas por maioria de dois terços dos Deputados em efectividade de funções".
Ou seja, quaisquer alterações à Constituição tem regras... E este governo sabe-o bem, mas parece que já se esqueceu.

Jose disse...

A Constituição contém um programa de Governo elaborado sob a vigilância de um Conselho da Revolução de militares(só extinto em 1982!!)de comunas de raiz ou aculturados.
Só o oportunismo e a desfaçatez dos políticos possibilita a permanência de semelhante aborto!
A B O R T O!!!!!!

Anónimo disse...

Eh, cheira me que a subida(por esta via?) da procura interna, vamos ter maior investimento e, consequentemente, expectativas de crescimento e uma série de coisas que todos os especialistas saberão explicar! É só observar a realidade!
Pedro Barata

Anónimo disse...

Tenho tanta vontade de concordar com o que refere! Será politicamente correcto, dizer que tem razão? Basta observar a realidade!
Pedro Barata

Anónimo disse...

A Constituiçao da República contém um programa de governo?
A Constituição já não foi revista uma série de vezes?
Comunas de raiz ou aculturados?

A raiva como alguns se viram contra a lei fundamental do país tem algo de profundamente anti-democrático.Até onde vai tal ódio?
Passos comportar-se-á em privado como este seu seguidor ou deixa tais tristes, anti-democráticas e histéricas cenas para os seus cada vez mais reduzidos fiéis,enquanto vai planeando o próximo roubo aos que trabalham?

Como é possivel sermos governados por foras-da-lei que não têm qualquer escrúpulo de o serem e ainda por cima se orgulham disso?

De

Anónimo disse...

O José continua por estas bandas.! Ainda não emigrou.?
Chiça que os comentários deste fulaninho já cheiram mal.?
Se ele acha que isto é um circo ele que veja se deixa de ser palhaço.