sexta-feira, 10 de agosto de 2012

Like?


Sem surpresa, Cavaco Silva, através do facebook, apoiou a chantagem, que dá pelo nome de “condicionalidade”, de um BCE capaz de definir, coadjuvado pelo resto da troika, as “políticas orçamentais e estruturais adequadas” por todo o lado, graças ao seu poder monetário sem controlo democrático. As intervenções do BCE no mercado secundário estabilizam temporariamente uma situação permanentemente desestabilizada pela austeridade. Um Banco Central a sério faz o que tem a fazer como prestamista de último recurso do Estado soberano e não pia; ou melhor, até pode piar, mas no fundo não manda. Estado e Banco Central, em necessária ligação, são coisas que não existem, e que não existirão, por estas bandas europeias. Entretanto, o PS apela ao PSD para que reveja a sua posição sobre o BCE, deixando-se de obstinações ideológicas. Estranho que o PSD não o faça, até porque isso não teria quaisquer efeitos práticos na política económica, mas poderia sossegar uma certa oposição formal: lá para Frankfurt não ligam muito a esta política de apelos gentis que têm menos poder político do que um like no facebook. É a isto que vai sendo reduzida a política democrática em Estados sem soberania.

4 comentários:

A F-P disse...

Nos tratados q regulam estas coisas (onde se encontra o famoso "art 21 dos capitalistas") está bem expresso q os Estados /bancos centrais se comprometem a ñ exercer quaisquer pressões s/ as decisões do BCE. Na minha op, fb revela-se inquietante/vale um pouco de poeira...

Anónimo disse...

O PS, cada vez mais afastado da realidade do país, faz pedidos ao governo.!!!!?????
Já sei que o PS é um partido responsável. Mas é responsável por quê.? É responsável, melhor dito, co-responsável pelo estado calamitoso a que este país chegou.
O PS de (esquerda) é coisa que já não existe há muito.
Não esqueçamos que o PS ao longo dos anos tem acolhido muitos e grandes responsáveis por este estado de coisas e grandes paladinos do mercado e dos seus beneficios(??)que são imensos (claro) e sobretudo quando servem para encherem o bolso.

Carlos Moreno disse...

Blogue sobre pintura: http://pintormor946.blogspot.pt/

Edgar Carneiro disse...

Pelas notícias de hoje sobre a exigência de um referendo na Alemanha,com as perguntas sugeridas, confirma-se que esta UE e este euro sofrem de doença incurável em estado terminal.