sexta-feira, 18 de Janeiro de 2013

O milagre da descida dos juros


Os gráficos falam por si (e comparam a evolução dos juros da dívida a dez anos em Portugal, na Espanha, na Itália e na Grécia - clicar na imagem para ampliar). Mas não deixem de ler o notável post no Aspirina B, que os colige.

Como é possível tamanha sincronia entre países que passam a vida a dizer que não têm nada que ver uns com os outros? A explicação está basicamente aqui. Mas não se iludam, pois isto está muito longe de poder significar o fim da crise.

4 comentários:

Anónimo disse...

O povo que aguente as medidas de austeridade, para que os mercados acreditem em nós, para que os juros da dívida desçam e com isso os bancos detentores de títulos de dívida tenham grandes lucros.
Aqui está uma maneira fácil de transferir dinheiro do povo para a banca, tudo em nome da salvação nacional, claro está.

Anónimo disse...

A banca necessita de ir a algum sitio buscar o dinheiro para voltar a emprestar ao povo... é a triste realidade do mundo onde vivemos.

já pensaste onde é que o banco vai buscar os 100.000 euros que te emprestou para comprares a tua casa ou os 20.000 euros para comprares um carro novo ou os 1000 euros da televisão nova que compraste a "12x sem juros" ?

Anónimo disse...

Quando chegar a altura do haircut quem comprou essas obrigações vai chorar muito.

Os mercados estão a jogar um jogo muito arriscado e o mais provável é que se queimem.

Anónimo disse...

Mais atenção às datas. Ainda estão em Janeiro de 2012? Já mudámos para 2013. O vídeo do Rui Tavares também está com data errada? Mudem de ano sff.
Ps ver a data do link do JN
M. Martins