sexta-feira, 28 de maio de 2010

A "ajuda" à Grécia e o negócio do armamento

9 comentários:

Mário disse...

Também podíamos colocar aqui a nossa lei de programação militar que vai custar 5450 milhões de euros até 2023. Contrapartidas pela compra de armamento nem vê-las...

Anónimo disse...

Tomem e embrulhem:

http://www.youtube.com/watch?v=433wGqcpjZ0

http://pt.euronews.net/2010/05/07/jacques-attali-a-crise-esta-apenas-a-comecar/

Nuno Sotto Mayor Ferrao disse...

Caríssimo Francisco Oneto,

Subscrevo grande parte do que nos diz este ilustre filósofo francês ao pôr o dedo nas feridas. O problema Grego reside nos esquemas especulativos, na hipocrisia das vendas de armamento e cuida-se pouco da Europa Social e da prometida coesão social. Na verdade, face às novas potências emergentes a Europa mais não tem feito, por egoísmos nacionalistas, do que fazer fugas para a frente: com políticas de actos consumados.

Saudações cordiais, Nuno Sotto Mayor Ferrão
www.cronicasdoprofessorferrao.blogs.sapo.pt

Anónimo disse...

Grande Cohn-Bendit. Passados os exageros soixants huitards ei-lo transformado na consciência moral (e mural!) da Europa. E os nossos, no Parlamento Europeu, que dizem e fazem? Enquanto o Parlamento Europeu for uma reforma dourada dos políticos nacionais ou uma prateleira para incómodos dentro dos aparelhos partidários Portugal não se fará ouvir livremente e eficazmente na Europa. O Bloco e o CDS já começaram a mandar para lá artilharia média e pesada. O PS pôs na prateleira o Correia de Campos, que não fora isso seria um peso-pesado, assim é um exilado-refugiado da política nacional. O PCP manda para lá n'importe qui — e o PSD é a nulidade completa ou então o poeta Graça Moura, que mutatis mutandis, muda tanto quanto a avó dele... Cohn Bendit: show de Bola da política europeia e a fazer mossa. Reparem na preparação da coisa, no uso de fontes próprias de captação dos factos: «... os meus 'espiões'...»

Anónimo disse...

e os jornais portugueses que disseram disto? Que informação chegou até cá deste debate? Jornalistas? Profissionais? Independentes? responsáveis? Que tanga da china!

Lá vamos, cantando e rindo, levados, levados, sim (36 anos depois do 25 de 74!)

Anónimo disse...

O parlamento europeu pouco mais é que uma gaiola de vigaristas onde se encontram algumas pessoas honestas. É triste sr. Cohn-Bendit, vê-lo a esgrimir sozinho contra essa casta de castas de barrigudos arrogantes; de importantíssimos intelectuais de pacotilha. O senhor não está a lutar sozinho tentando alertar as consciências de tantos intelectuais, (“O SENHOR ESTÁ A LUTAR SOZINHO, CONTRA A IMPLANTAÇÃO DO NOVO IMPÉRIO ROMANO &”.)

Anónimo disse...

Peço desculpa por não perceber nada de política, mas como cidadão europeu acredito que a política e a UE são uma miragem, mesmo quando surgem alguns profetas como o sr. Cohn-Benhit, a colocar o dedo na ferida. Mas acima de tudo tenho a noção que nós como cidadãos somos os ditos "treinadores de bancada" onde expeculamos, criticamos e até ameaçamos. Mas a verdade é que não nos levantamos e saímos para a rua e contestamos este fascismo camuflado pela treta do ideal Europeu...

Fredo Dias disse...

Concordo com tudo o que aqui foi dito. Mas este senhor, é pedófilo assumido (procurem no youtube) e agora, com a chegada da velhice, veio-lhe (tarde) o juízo. Por tudo isto, tudo o que ele possa dizer, mesmo sendo uma meia verdade como esta, eu não lhe dou crédito. A pedófilos, não!!

Fredo Dias disse...

...e para que não fiquem duvidas:
http://www.youtube.com/watch?v=CbxVUlyL7qc

há crimes que não têm perdão, e a pedofilia é um deles.

Para mim, será sempre mudo.