sexta-feira, 29 de março de 2019

David Harvey e as crises do capitalismo


Excerto ilustrado de uma palestra de David Harvey, professor na City University of New York, sobre as diferentes interpretações acerca da última crise financeira.

3 comentários:

Jaime Santos disse...

Olha que novidade! A Esquerda não tem um plano desde pelo menos 2010 quando Merkel e Sarkozy decidiram que iriam 'hang Greece out to dry' e o Vicente Ferreira vem agora reconhecer isso. Já não era sem tempo de parar com o 'chest thumping' e o arrancar de roupas e começar a propor políticas alternativas, mas tudo que Harvey é capaz de dizer é que está na altura de ter uma 'discussão séria'! Valha-nos Deus!!

Aónio Eliphis disse...

Excelente vídeo. Ao contrário dos demais eu gosto de ouvir todas as opiniões. Todavia os factos dizem-nos que todas as tentativas de planeamento económico socialista leveram os países à miséria. A minha racionalidade como cientista levar-me-ia a ser comunista, mas o ser humano está muito longe ser um animal estritamente racional, e a economia e a história, ao contrário do que Marx profetizou, não são ciências exatas nem previsíveis. Calcular o futuro do comportamento macroeconômico, não é o mesmo que calcular, na Física, a futura trajectória de um projétil. Os factos históricos dizem-nos que com todos os seus defeitos, o sistema capitalista é o que apresenta aos povos mais prosperidade e qualidade de vida!

esteves, ayres disse...

Os jovens cada vez mais estão a ler as obras do Marx e Engels....

Como escreveu nas "Teses da Urgeiriça", o meu saudoso e querido camarada Arnaldo Matos: "Dessas guerras imperialistas acabarão por nascer as revoluções proletárias socialistas modernas". Mas também disse; "nao pode sobreviver sozinha num país isolado", e disse mais ;" É agora que se irão intensificar as guerras entre as grandes potencias imperialistas"

Desconheço o autor:"LOS CHALECOS AMARILLOS DE FRANCIA , LEEN EL MANIFIESTO COMUNISTA. Manifiesto del Partido Comunista"

Por
K. Marx & F. Engels
"Un espectro se cierne sobre Europa: el espectro del comunismo. Contra este espectro se han conjurado en santa jauría todas las potencias de la vieja Europa, el Papa y el zar, Metternich y Guizot, los radicales franceses y los polizontes alemanes"!..