quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Os impostos dos ricos

Os ricos são tão poucos que faze-los pagar imposto não dá nada, não é? Ora experimentem lá regressar à ideia original do IRS e englobar todos os rendimentos, acabando com as taxas liberatórias e as taxas especiais, como sugere o fiscalista António Carlos Santos no Público de hoje, e vejam lá se não dá nada? Já agora façam qualquer coisa para acabar com a pouca vergonha dos paraísos fiscais.

E sobretudo não venham agora com a ameaça de fuga de capitais que os tempos começam a não estar de feição para esse tipo de incivilidade.

12 comentários:

tempus fugit à pressa disse...

A dos seus restantes CASTROS Caldas

não sei pra donde iam ou onde estão

As minhas voltavam prá França e pr'a Germânia

é mais seguro e apesar do juro muito mais baixo

a carga fiscal também o seria
claro qu'há bancos franciús mai dubidosos cós nossos mas...

tributar juros de 3,7 e menos líquidos

em vez de 21,5% ou mesmo 23%
que seria justo dado o nível dos juros

para 40 e tal%

e para gente qu'anda a arriscar o dinheiro na especulação bolsista
e a perdê-lo
taxar em 40% os anos bons?

excessivo?

de certeza que vocemecê não é o Castro Caldas Médico?

olhe que parece

tempus fugit à pressa disse...

Ou quantos ex-emigrantes ainda residem por cá ?

quem tem uns milhões nem o tem cá...
ao estilo do CArlos Cruz com conta na New Zeland und afins

os nossos ricos são gente muy viajada

há-os até que andaram em 193 países

é gente mêmo eskisita

eu nem que me pagassem voltava a alguns desses que tive a infelicidade de conhecer

O Kamarada das Kaldas disse...

Ou o gasta todo, ou tem um château nas Suiças.

Impostos? disse...

Senão fossem impostos cá ó pessoal
quem é cus pagava?

De resto afora os 21,5%
dos cerca de 4 mil milhões de juros

coisa pouca 830 milhões de moedas apenas

se taxassem a 50% seriam 2 mil milhões

mas no ano seguinte

tal como dos 17 mil milhões de certificados de aforro que são só 13 mil e tal e continuam saindo aos 400 milhões por mês

e nem todos entram nos bancos
(que eram vossos)

Isto estava alguém vivo em 77 disse...

Resmas e resmas de capitalistas a tirarem maços de Donas Marias da Banca

Os mestres das embarcações ficavam-se pelos maços de Santos Antónios (o Montepio já tinha perdido as notas grandes)

Isto do Alzeimher atacar cada vez mais cedo é uma chatissi né?

Gente que ganha o triplo e mais disse...

Do que eu alguma vez ganhei neste país.

Dizer coisas destas, sinceramente bocês assustam-me.

T'Arrenego Boneco das Caldas

óia cas consultadorias em escudos
não bão dar pó gasto
e pa Mercedes só se forem em 2ªmão

ó gente das Caldas disse...

Desempregado e inda me vão aos depósitos?

Jámé....por menos deu um polícia um tiro à muié...

Fica à espera Fica disse...

Férias até à Morte

Qu'isto de Reboluções Permanentes

Já tenho a minha conta...

1891 1901 1910 1912-1917 1919-1923 1926 1958 1961-1973 1974 1975-1977 1978-1980 1981-1999 2001 2004 2006
2007-2011

e o resto da família viva e morta já pagou em impostos

subtracções aquisições desaparecimentos do cadastro
e heranças fiscais

coisa de
900.000.000.000$000

é muito conto de réis

e tirando uns tios que foram ao Brasil em 1918 e ficaram lá até 1975

a famelga viaja pouco
só quando se viaja prá matança

e em sangue em guerras d'África e da Flandres
tamém já demos....

não damos mais

deêm bocês

tempus fugit à pressa disse...

Eu cá só bou a cantos esquecidos de Deus quando me pagam a viage

E o estado português nunca me pagou nenhuma

Contrariamente a autarcas vários

Alguns até em fugas fiscais pó Brasil
ê cá juro pelas alminhas que só depois de morto

E mêmo assi fecho as unhas

Qu'eu cá nunca fui a Brasi's nem aos fumos das Índias

nem visitei 193 países

nalguns nem consegui entrar e noutros nem consegui sair

um gajo das Caldas é sempre rico
pois dizem cas amizades não têm preço

Ricos são os gajos que ganham o eurómilhões
e advogados vários e quejandos que enriqueceram à custa doutros

Os impostos nunca atingem ricos

Ricos há muitos teu palerma

Beijinhos ó rico
s'amofine não

André Carapinha disse...

Caros ladrões de bicicletas: chamo a vossa atenção, mais uma vez, para o comportamento deste "comentador". Note-se a velocidade com que postou 9 comentários: 36 minutos. A hipótese melhor é que seja alguém com uma qualquer debilidade mental, mas a verdade é que o facto desta criatura (ou criaturas, o que acho mais plausível) se dedicar a infestar as caixas de comentários de determinados blogues de esquerda (este, o vias de facto, o esquerda republicana), bem como a existência de múltiplas contas todas com o mesmo perfil, levanta a hipótese de se tratar de pura sabotagem mascarada de boçalidade. A verdade, é que esta criatura, ou estes sabotadores, conseguem acabar com o debate nas caixas de comentários destes blogues, vencendo os leitores pelo cansaço. Apelo a que os autores deste blogue deixem de admitir aquilo que no mínimo é um spam insultuoso e no máximo um bem urdido truque terrorista.

Anónimo disse...

Concordo consigo André mas tenho-lhe a dizer que não acredito que este tipo de "comentadores" não tenha uma qualquer debilidade mental.

FAÇA O SEU PRÓPRIO FLUVIÁRIO SEM FAZER MUITA FORÇA disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.