terça-feira, 30 de agosto de 2016

Como é que se diz «processo de ajustamento» em brasileiro?

«É por isto que veremos o Governo tentar votar até o fim do ano uma série de propostas que visam “fazer a economia voltar a crescer”, reduzindo o custo da mão de obra, e portanto a segurança e os salários, bem como os direitos e os benefícios, obtidos com investimentos sociais, da maioria da população. São reformas como a trabalhista, que entre as propostas há a de tornar direitos como férias e 13º salário negociáveis, e a previdenciária, que pretende elevar a idade mínima de aposentadoria para 70 anos; e a PEC 241, cujo limite de 20 anos sobre gastos sociais terá impacto devastador na saúde e na educação, o que sem dúvida será futuramente usado como argumento para a privatização dos dois setores. Trata-se, em suma, de transferir toda a conta do ajuste para as classes média e baixa, isentando os mais ricos dos “sacrifícios necessários”»

Rodrigo Nunes, A guerra de mentira está chegando ao fim

Um bom texto, a que cheguei através do Ivan Nunes, para compreender a crise política brasileira, o que está verdadeiramente em causa e as perspetivas de evolução que se desenham no horizonte. Apesar de todas as diferenças, não é difícil traçar um paralelismo entre a forma como, por cá, a austeridade e os «processos de ajustamento» serviram para viabilizar a agenda da direita neoliberal (cortes nos serviços públicos, privatizações, redução de rendimentos, desregulação do mercado de trabalho, criação de mercados «sociais», etc.), e o modo como todo o processo de «impeachment» permite enquadrar e legitimar a implementação dessa mesma agenda no Brasil.

15 comentários:

Jose disse...

A compartimentação mental é o caminho da felicidade individual e da farsa política.

Tome a realidade e separe-a em progresso e retrocesso.
Ignore as condições materiais do retrocesso: produto, ineficiência, corrupção, dívida.
Enuncie os factores de progresso social e económico e declare-os ao alcance da vontade e libertos de consequências negativas.

Garanta o seu rótulo progressista e viva feliz com a sua irrecusável sensibilidade social.

Anónimo disse...

O que será isto de compartimentação mental?

Uma inovação tecnológica, uma cabotinice formativa, ou uma tentativa de fuga cobarde ao que é denunciado?

Anónimo disse...

A separação da realidade em duas fatias à moda do freguês atesta um dado irrefutavel. A necessidade duns rudimentos das ciências sociais no processo formativo dos indivíduos.

Infelizmente ainda há alguns que se comportam como verdadeiros coitados e bramam contra o conhecimento

Vestigios duma herança feita da inquisiçao e do fascismo

Anónimo disse...

As condições materiais do retrocesso são poeira com que nos querem brindar. Poeira para os olhos e para o paladar.

O que se denuncia,no Brasil como aqui, é a implementação da agenda neoliberal. Com os custos para a generalidade das pessoas que conhecemos.

Mas com as vantagens enormes para o tal um por cento, para os mandadores sem lei, para os famigerados vsmpiros que alguns tentam menorizar.

Anónimo disse...

As consequências negativas da governação neoliberal estão à vista de todos.
À pesada herança da imquisiçao e do fascismo, que alguns néscios gostam de menorizar, enquanto fazem a apologia dos offshores, dos Barrosos e dos banqueiros, há que adicionao o retrocesso civilizacional da governança neoliberal, fase tardia deste capitalismo corrupto e sem remissao.

Há quem queira manter a peepetuaçao duma realidade opressiva e exploradora. À custa duma tremenda e criminosa insensibilidade social, duma exploração iníqua e humilhante e de alguns sorrisos hipócritas a prometer vidas felizes no além.

Jose disse...

Desde que a Dilma dá capa de ministro ao vampiresco Lula - um Sócrates em ritmo latino-americano - que a minha disponibilidade para lhe dar crédito expirou!
Sendo o Brasil um país de ladrões, até na roubalheira tem de haver alguma ética, e essa é a diferença entre ladrões com tradição e a nova ladroagem do PT.
Quem paga o pato é o povo brasileiro que tem que sambar menos e exigir Justiça,

Anónimo disse...

Mas agora a disponibilidade de herr jose para o que quer que seja merece algum crédito?

Jose terá sempre que salivar contra Dilma. Dilma é das poucas que nunca se provou que era corrupta. Provou.se sim que foi torturada.

E jose manifestamente está ao lado dos torturadores

Anónimo disse...

"Amanhã Dilma Rousseff será provavelmente afastada formalmente do cargo de Presidente do Brasil por Senadores (esses sim) corruptos, oportunistas e irresponsáveis, ao serviço da burguesia nacional e estrangeira. A frontalidade exemplar de Dilma perante os acusadores contrastou com o medo do presidente interino, Michel Temer, em ser apresentado durante a cerimónia de apresentação dos Jogos Olímpicos. A acusação de golpe de estado não é mera retórica: a direita brasileira não tendo conseguido derrotar o PT nas urnas, usa acusações juridicamente insuficientes para um processo de impeachment – com o apoio dos media e manifestações reaccionárias – para afastar Dilma, e imprimir um processo acelerado de retrocesso social".
(André Levy)

A disponibilidade dum sujeito aí em cima vai toda para os golpistas e para a extrema-direita. O "Brasil, país de ladrões" e o "pagar o pato" é apenas a linguagem patibular em uso entre os sujeitos apontados.

Jose disse...

«o apoio dos media e manifestações reaccionárias »

O mantra esquerdopata (termo brasileiro para o esquerdalho - estou a considerar adoptá-lo!) para justificar o injustificável - a continuada e intolerável corrupção do PT.

Anónimo disse...

O mantra esquerdalha é um mantra para este jose
Um mantra por parte dum que não hesita em dizer barbaridades sobre o brexit descobrindo-lhe (ainda mais) a fraude intelectual e mostrando a falta de carácter do mesmo.
Que se confirma ( mais uma vez neste post).

Jose convive e é sócio dalguns dos blogs mais abjectos da blogosfera. Ele lá sabe as companhias com que anda. Mas o vocabulário por lá usado ( e que se repete nalgumas das caixas de comentários de alguns jornais, como o DN ou o Expresso) deve estar confinado a tais esgotos. O "sendo o Brasil um país de ladrões" é uma marca de água do racismo larvar e obsceno que move tal tipo de gentalha.

Anónimo disse...

Daí que se compreenda também ( ou talvez não) a posição de jose perante o golpe da extrema-direita no Brasil. Saliva ( desculpem mas é mesmo o termo) pela ideia da cavalgada neoliberal e extremista no Brasil.Não há nenhuma acusação de corrupção contra Dilma e no entanto a extrema-direita insiste em mistificar este dado. É ver os antros frequentados pelo dito jose ( JgMenos, segundo o próprio) e verificar o que dizem. E reparar que os pasquins mediáticos servem de fonte a tais abcessos e que estes servem carinhosamente os pasquins.

Porque se compreende ( ou talvez não) que a tortura de Dilma e a sua resistência a esta causem engulhos a tal sujeito. A ele, logo ele, que por várias vezes tem manifestado o seu apoio, compreensão, elogio e gratidão a tal tipo de criminosos

Rui Borges disse...

O estapafúrdio da frase feita "justiça independente"
Quando se usa a justiça ao mais alto nível , com argumentos puramente políticos é porque chegou se ao cúmulo do absurdo.
Muitos dos "juízes" congressistas a favor do golpe , nunca na argumentação se refiriram ào pseudo crime que motivou todo este processo. (Manipulação das contas públicas)

Fica para a história ,e esta fará o julgamento
É minha convicção que este golpe de estado teve mãozinhas dos habituais liberslistas laizze-faire derrubadores de "ditaduras" e "democracias" , conforme conveniência
O único ponto positivo é saber que futuramente nenhum presidente governo brasileiro fará aquilo que todos fizeram anteriormente , manipular as contas públicas.
Claro que estou a ser irónico
Aquele tribunal/congresso ,se é que se pode chamar disso, não se pratica justiça , apenas política suja ,imoral , anti democrática

Rui Borges disse...

O estapafúrdio da frase feita "justiça independente"
Quando se usa a justiça ao mais alto nível , com argumentos puramente políticos é porque chegou se ao cúmulo do absurdo.
Muitos dos "juízes" congressistas a favor do golpe , nunca na argumentação se refiriram ào pseudo crime que motivou todo este processo. (Manipulação das contas públicas)

Fica para a história ,e esta fará o julgamento
É minha convicção que este golpe de estado teve também mãozinhas dos habituais liberslistas Laissez-faire onde impõem a força "ditaduras" e "democracias" , conforme conveniência
O único ponto positivo é saber que futuramente nenhum presidente governo brasileiro fará aquilo que todos fizeram anteriormente , manipular as contas públicas.
Claro que estou a ser irónico
Aquele tribunal/congresso ,se é que se pode chamar disso, não se pratica justiça , apenas política suja ,imoral , anti democrática

Jose disse...

E o LULA?
Ninguém me fala desse paladino dos pobrezinhos?
Porque quem diz Dilma dis LULA de que ela é uma espécie de alter-ego.
E o PT?
Ninguém me fala dessa associação criminosa?
Tão queridos...

Anónimo disse...

E o Lula,grita para aí um furioso, furioso por lhe terem descoberto a careca e furioso porque de cada vez que se fala de gente que não é igual à sua gentalha fica assim transtornado.

Serenamente se relembra a este espécimen que a destituição de Dilma não passa nem por Lula nem por qualquer putativo alter-ego.

A raiva anti-democrática ultrapassa mesmo a mais elementar decência. A associação criminosa passa por coisas como estas e como Bolsonaro, esses queridos,tão,tão queridos?

Uma vergonha.